Empresa constrói duas redes submarinas e um data center na Praia do Futuro, em Fortaleza.

 

Com articulação do Governo do Ceará, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Econômico (SDE), a Angola Cables, está avaliando a possibilidade de ampliar seus investimentos no Estado, através da implantação de uma estrutura para apoio e manutenção dos cabos submarinos e também de suporte avançado em telecomunicações, na área do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP). Executivos da empresa conheceram, na manhã desta quarta-feira (23), a estrutura do CIPP e todo o seu potencial.
Na visita, o diretor técnico da Angola Cables, Fernando Almeida, e o diretor geral da Angola Cables no Brasil (CEO Brasil), Rafael Pistono, conheceram as estruturas do CIPP, como Porto do Pecém, Zona de Processamento de Exportação (ZPE) e também seu funcionamento. A comitiva, liderada pelo secretário do Desenvolvimento Econômico, Cesar Ribeiro, também foi recebida pela diretoria da Ceará Portos, que apresentou a dinâmica do porto.