A Angola Cables, SA. informa que verificou, às 20:19 do dia 19 de Setembro de 2018, um corte no seu cabo submarino WACS (West Africa Cable System) em águas territoriais angolanas.

A avaria aconteceu a cerca de 1,2 km da praia de Sangano, e implica a indisponibilidade total dos serviços da Angola Cables no WACS e consequentemente, a deterioração dos serviços prestados pela empresa, nomeadamente a Internet e os serviços de ligação internacional aos clientes nacionais.
A Angola Cables está a trabalhar numa solução de restauro, que passa pelo roteamento do tráfego por vias alternativas, através da activação de circuitos redundantes em outros sistemas de cabos submarinos.Os serviços foram já restabelecidos, mas ainda de uma forma condicionada.

Quanto à reparação da avaria da WACS informamos, que foi iniciado o procedimento de reparação do cabo, que implica a mobilização de um navio externo, pela inexistência de um com as condições necessárias em território nacional. Assim que todas as condições foram criadas para a chegada do navio e seus técnicos de suporte, assim como todas as autorizações dos órgãos competentes iniciaremos os trabalhos de imediato, os quais já se encontram perfeitamente preparados e planeados. O tempo de reparação efectivo do cabo, e dependendo das condições marítimas é de cerca de 10 dias, contudo prevê-se que toda a actividade de restauro e recuperação do WACS fique finalizada próximo do dia 20 de Outubro de 2018.

Apresentamos a todos os nossos clientes e parceiros, as nossas mais sinceras desculpas pelos transtornos causados e reiteramos o nosso empenho total na rápida resolução desta situação.

//FIM//